Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Duquesa e o Gato ♠

"I'm worse at what I do best." ☆

À mulher que ainda não era (aos meus 16 anos)

Olá Vânia,

hoje escrevo-te com 32 anos. É dia da Mulher, e que forma melhor de o comemorar do que olhando para o passado e vendo tudo o que passaste e o que poderias ter sido? Hoje escrevo-te porque sinto que mereço perder do meu tempo comigo mesma. 

Sabes de todas as vezes que te dizem para não acreditares tanto nas pessoas? Eles têm razão. Não podes, não deves, vais magoar-te. Muitas vezes! Mas, eu mesma, a eu de 32 anos, vai-te dizer para não mudares isso. Acredita no outro. Porque o mal são eles, não és tu! Acredita na bondade. Acredita na verdade. Acredita. Só. 

As tuas amigas vão avisar-te mil e uma vezes sobre as pessoas por quem te vais apaixonar. E vão ter razão. Vais fazer "ouvidos de mercador". Mas apaixona-te! Vais cair, sim. Mas vai valer a pena. A pior paixão é a que não é vivida. E, mesmo em adulta, vais fazer tanta merd@ como se nunca tivesses batido com a cabeça... Mas vai fazer-te sentir bem, vais passar bons momentos e vais conhecer pessoas magnificas!

Vânia, sabes as vezes que já te odeias? Vais odiar ainda mais! E vais fazer asneira. Das grossas... Eu conheço-te (oh. melhor seria se não me conhecesse!). Sei que nada do que diga poderá mudar o que eu mesma meto na cabeça. Sou Peixes. Sou teimosa. (oh, se sou!) Sabes que é bom ter defeitos? Eu descobri isso, juro. Sabes que pouca gente se sente bem com o próprio corpo? Sabes que vais acabar por te habituar a cada coisa que tanto odeias? Não sabes. Eu sei que não. E sei que não vais saber! Mas, talvez também tenhas de passar por isso. Talvez seja isso que te vai permitir ser quem és e ajudar outras pessoas... E tu és até mais forte do que pensas e vai correr tudo bem. Eu estou aqui! 

Sabes que vais perder pessoas que amas muito? Vais... E vai-te doer para toda a vida. Aproveita cada segundo com eles. Ama-os. Sorri-lhes! Não me vou alongar mais nisto porque sei que descobririas quem são e viverias de amargura ainda antes de acontecer... Só aproveita. Só ama. 

Vânia Carina, e agora uma conversa muito séria... Estuda! Pelo amor da santa, não tenhas receios. Faz por mim! (É talvez das poucas coisas de que me arrependa na vida.) Segue o que gostas para fazeres o que amas. Vais acabar por te arrepender amargamente. Disto sim! Não vão ser os amores falhados, os jogos não ganhos, as viagens não feitas, as desilusões humanas... Faz! Eu sei que vais conseguir. 

Não sabes mas eu sei, vais passar ainda por coisas muito más. E tenho de te dizer, desde já, de que me orgulho imenso de ti. E de que a culpa não é tua. Às vezes estavas somente nos sítios errados. Também conheceste pessoas erradas. Mas, mesmo que não te pareça, tu vais superar isso tudo. E sabes o melhor? Não vais perder a habilidade de sorrir! Vais cair muitas vezes... Mas vais erguer-te sempre, tão mais forte! 

Por falar em sorrir, sorri. Continua a fazê-lo para toda a gente. Porque é disso que se vão recordar de ti. e muitas vezes é isso que ajudará outras pessoas a fazê-lo também. Mesmo que não te apeteça... sorri! Quer dizer, eu sei que o farei. Mas... Sorri mais ainda!

E Vânia,

Lê, faz Desporto, apanha Sol, vai à Piscina, vai á Praia, Passeia, Viaja... Porque serão essas coisas que te farão feliz ainda com 32 anos. Prometo! 

 

E vais ser uma Mulher forte. Vais sim! Mesmo que te aches fraca. Vais poder ter orgulho em ti e em tudo o que superaste. És Mulher. 

A minha primeira vez...

... a polir um carro!

(Pensavam que seria a quê? Obviamente que foi a polir o meu carro!!! Sim, que eu não preciso cá de homens para tratarem do meu Clio.  )

Bem, vou por partes...

Troquei de carro há um mês e vinha com a pintura um pouco baça. Solução? Polir e encerar. (Eu sou tão esperta que, tendo um tio pintor, aceitei que podíamos fazer nós mesmos!)

Ontem, o Marco trouxe a máquina de polir e a massa. Enquanto o meu rico namorado se lembrou de mudar umas coisas no carro da mãe, eu ia polindo o carro. Até aqui tudo bem. Ele esqueceu-se foi de que, aqui a Je, NUNCA tinha polido carro nenhum! Ora, limpei o carro, coloquei a massa e toca a passar com a maquineta por cima. Conforme umas dicas do tio, borrifei depois com água e, depois de um tempo, comecei a passar com um pano de flanela - que por acaso era clarinho. Olho para o pano e vejo azul! Muuuiiiito azul!!! Ela dá saltos, ela fica com os olhos marejados, ela entra em pânico, ela hiperventila... O Marco olhou para mim e perguntou o que se estava a passar. Ao que eu respondo:

-"Estou a estragar o carro! Estou a tirar a tinta!!! o pano está todo azul!! o que é que eu faço agora?? "

-"Sim, é isso que se faz ao polir. Pensavas que era o quê?"  

E eu, fiquei a olhar sem saber se ria ou se chorava.

O certo é que o carro agora está brilhante e todo bonitinho. E fui tudo eu!  

Também é certo que hoje parece que sofro de parkinson...  

       

                                                                (gif retirado daqui)

                                          (gif retirado daqui)