Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Duquesa e o Gato ♠

"I'm worse at what I do best." ☆

24
Ago16

A caixa prioritária de "antigamente"

(escrevi "antigamente" pois agora as coisas, supostamente, serão diferentes)

 

A maioria dos trabalhos têm o seu aspecto negativo. (menos o "trabalho" de ser rica, esse nunca descobri qual o aspecto negativo. Dizem que é trabalho e eu não discuto sobre essas coisas...)

Trabalhar num supermercado é o mesmo que dizer que encontramos os mais variados clientes e, consequentemente, as mais variadas personalidades. Pois bem, já trabalhei por três vezes em supermercados, duas delas como operadora de caixa. E deixem-me que vos diga, apanhamos clientes muito bons mas apanhamos alguns que nos dá vontade de mandar a um determinado local ... Eu mandava-os mentalmente pois a minha mãezinha sempre me ensinou que temos de ser educadas. 

Na "minha altura" (oh, que velha!), ir para a caixa prioritária era o mesmo que mandar alguém ao inferno e voltar. A maioria das operadoras de caixa acabavam os turnos a chorar (a sério!)... Desculpem que vos diga mas há grávidas que conseguem ser mesmo muito más e que depois se desculpam com as hormonas! Eu era das muitas que odiava ir para a caixa prioritária. Era uma caixa onde todos os dias existiam problemas. Era uma caixa em que o tempo demorava mais tempo a passar. 

Vocês sabem o que é ter grávidas a "lutar" entre si sobre quem está de mais tempo e poderá passar á frente? Juro, isto aconteceu-me. E não é bonito de se assistir. Bastava olhar para a cara das outras pessoas para ver que estavam todos incomodados e com medo. M-e-d-o! 

Um dos problemas na caixa prioritária é que a visibilidade nem sempre está a favor da operadora de caixa e há quem use isso contra a/o funcionária/o. Nós não podemos simplesmente adivinhar que, numa fila de 10 pessoas, existe uma grávida que está atrás do senhor que tem 2 metros de altura e é um pouco mais cheinho. Muito menos quando essa grávida tem uma barriga mais pequena do que a nossa! Sim, já me aconteceu. Tive uma senhora que colocava as mãos na barrinha a fazer festinhas e, como nunca vi barriga nenhuma e até imaginei que pudessem ser gazes, não a mandei passar. Já me tinha acontecido mandar passar uma senhora que tinha uma barriguinha de grávida (a sério, bonita até, redondinha) e, no entanto, não estava grávida! Não voltaria a arriscar...Quando chega à caixa falou-me muito chateada:

-"A senhora não viu que estou grávida?"

Desculpei-me a dizer que não tinha reparado. Sim, porque na realidade nunca vi barriga nenhuma. Aliás, a mulher era magrinha e sem barriga, pelo que seria impossível eu descobrir que estava grávida. Disse-me que não iria fazer queixa mas que era a última vez que ali lhe faziam isso... 

 

 

 

Minha gente, a malta não adivinha. A culpa não é das meninas da caixa!  Se virem que alguém está doente, é um idoso que está atrás de vocês ou que se encontra alguma grávida na fila, falem...A "menina da caixa" pode não conseguir ter visibilidade. 

10
Fev16

As mãos na barriga das grávidas - pela Sar(a)casticamente

Ora bem, a Sar(a)casticamente referiu no seu post o facto das mulheres grávidas terem aquela inundação de mãos a passar na barriga... Eu, pessoalmente, não sou adepta disso! E acho que, um dia que engravide, vou andar a dar chapadas nas mãos das pessoas para que me larguem. A não ser que se tenha muita confiança/amizade, não acho giro andar a fazer festinhas na barriga da pessoa... Eu não o faço! Fiz a quem era muito chegada? Claro que sim! Porque, lá está, era chegada à mãe e ao bebé... E não porque é giro andar a dar brilho à barriga da senhora! 

Mas vou aderir à experiência social da Sar(a)casticamente e aproveitar as massagens nas costas... MALTINHA, ESTOU GRÁVIDA AQUI PERTINHO DO PESCOÇO!!!  Vou só ali gritar isto  à malta do café e já venho... 

Mais sobre a desgraçada.

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D