Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Duquesa e o Gato ♠

"I'm worse at what I do best." ☆

11
Jan22

Um "não" não serve!

Como se diz a uns pais que não se tem mais forma de salvar a sua filha? Que nada mais podem fazer? 

Com se diz a um pai, Bombeiro Sapador, que tanto já ajudou a população, que nada mais existe a fazer, no nosso país, pelo seu rebento de 10 anos?

A Leonor em um sarcoma, um tipo de cancro habitualmente encontrado nos ossos e nas partes moles do corpo. 

Tem somente 10 anos. 

De forma a não conseguirem nada mais no nosso país, estes pais levaram a sua menina para Espanha, mais nomeadamente para um hospital especializado em oncologia pediátrica.

Não têm apoios governamentais. O tratamento e a estadia são caros. Segundo li, o último tratamento foi no valor de 40 000 euros.  (Como pode a vida de uma pessoa ter um preço?!)

Para ajudar estes pais, os colegas e amigos fizeram uma página para que se conseguisse angariar algum valor que pudesse ajudar a menina: Ajudar Leonor

email: ajudarleonor2022@hotmail.com
Mbway: 966962223
NIB: PT50 001800002468849600194 (em nome de Bruno Santos - pai - banco Santander)

 

1 euro. Menos um café, menos uma cerveja, menos uma volta de carro, menos um luxo qualquer nosso, pode ajudar a salvar a vida desta menina!

Os pais da Leonor querem coçar a cabeça de preocupação, mas só quando forem 4 da manhã e ela andar na discoteca com os amigos... Querem tremer um bocado a medo mas só quando ela chegar a casa de mão dada com o seu primeiro namoradinho. Querem vê-la conquistar os seus sonhos.

E se fosse vossa filha, neta, irmã, prima, sobrinha, etc? 

O que é 1euro para nós comparado com a vida desta pequena?

 
20
Dez21

Pérolas do puto

Já aqui falei do irmão da minha afilhada.

O miúdo é um pintas!

Antes do(a) Covid, passávamos imenso tempo juntos lá no café. Na rua há um jardim. Numa das vezes, andava o miúdo a tentar trepar árvores quando a mãe lhe grita: "Sai daí, Miguel, ou vais partir os dentes"

Ao que o puto lhe responde: "Não faz mal, mãe. Eles são para cair". 

 

Em outra das vezes o cachopo pedia-me para o segurar ao colo e fazer meio que acrobacias como sempre lhe fiz! O problema é que o puto quer sempre mais e mais e mais e já pesava o dobro de antes-Covid.

Disse-lhe que já estava cansada. Resposta: "fogo, Vânia. Estás mesmo velha". 

 

Quando mudaram de casa, fui jantar com eles. Como de costume, ia ajudar a minha comadre.

O cachopo: "Não. Eu vou ajudar a mãe. Tu ficas aqui a brincar comigo"  (Descobri que o puto é omnipresente.)

Vai a correr até á porta da sala, sem sair de onde estávamos, e diz: "Já fui á mãe e ela diz que não precisa de ajuda para eu vir tomar conta de ti"

 

Comprei-lhe um livro de actividades e disse que quando fizesse tudo lhe dava uma prenda. Há uns meses perguntei pelo livro, se já tinha acabado. "A princesa estragou. Não posso acabar. Vale na mesma, a culpa não foi minha!"

 (a princesa é a minha afilhada. Este puto joga sujo!)

 

17
Dez21

Crianças educadas por seres irracionais

Isto anda um blog muito indignado, ultimamente. 

Mas, hoje mesmo, a passar em frente à loja, vai uma criancinha pela mão (creio que da mãe) a gritar meio que a cantarolar muito feliz:

"A namorada do pai é p#t4! A namorada do pai é porc4!". 

E a mãezinha, pega na criança e ri-se muito, muito, muito. Dá um abraço à criança e continua a sorrir.

Ora, creio que não era filha lá da outra blogger-influencer-"comediante" ou coisa do género, mas a educação da mãe deverá de ser igual. 

Epah. Eu confesso que já me ri quando o irmão da minha afilhada caiu e soltou um "fod4-s3" ao se estatelar e outro quando se levantou e olhou a perna ensanguentada... Não sou santa e a coisa teve a sua piada, porque a situação saiu super natural, sem maldade e qualquer um de nós soltaria um "fod4-s3" se caísse e fizesse sangue.  Mas, ninguém lhe ensinou isso. E acabamos por lhe explicar que não se devem dizer essas coisas! 

Mas, não entendo como é que as mães conseguem incentivar os filhos a chamarem nomes e a serem maldosos com outras pessoas. Não sei se a senhora foi traída ou está apenas despeitada, mas NADA lhe dá o direito de incentivar uma criança a ser maldosa com os outros... Pois bem, esta criança irá para a escola e começará a chamar essas coisas ás educadoras, auxiliares e colegas. É giro, não é?

15
Fev13

Infância

Em pequena andava descalça na rua e nunca me cortei... Andei de bicicleta e até caí! Fazia bolas de sabão, pintava com as mãos... Passeava e brincava com os meus amiguinhos na rua... Podia ir ás festas da aldeia fazer joguinhos e dançar! Eu até ia á piscina da aldeia passar as tardes de Verão sem medo de me afogar. Deixavamos as portas de casa sem serem fechadas á chave, assim como os carros. Ia com a minha avó á missa, ia sózinha á catequese e ia com os meus primos e amigos para a escola a pé. Brincava ao berlinde, ás escondidas, á apanhada, ao "Mata", "Futebol humano" e á macaca. Brincava com bonecas e joagava á bola com o meu pai.Fazia construções na terra e plantavamos bagos de milho para os vermos crescer. Passava as férias em casa dos meus avós. Via futebol com o meu avô, o "Big Show Sic" com a minha avó e aos Domingos viamos os documentários. Aprendi a fazer ponto cruz com a minha mãe e a andar de bicicleta com o meu pai...Brincavamos com animais! Não se ouvia falar de assaltos, não se ouvia falar de assassinatos nem de "raças perigosas"... Não tinhamos medo. Os mais velhos não tinham tanto medo que nos acontecesse alguma desgraça. Nunca me aconteceu nada a mim nem aos meus amigos! 

Hoje?! Hoje nem deixo a porta destrancada quando estou em casa! 

Tive uma infância muito feliz sem "portas trancadas". 

 

Os tempos mudam e não ficam melhores...



Mais sobre a desgraçada.

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • LadyVih

    Infelizmente, já não consigo ficar calada.

  • Carlos Palmito

    Guerreiros de teclado e rato, certos que nada os a...

  • Di

    E há tantas pessoas assim querida...

  • LadyVih

    Não consegui controlar-me porque, durante muitos a...

  • LadyVih

    Infelizmente Deus não me criou com um auto-control...

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D