Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Duquesa e o Gato ♠

"I'm worse at what I do best." ☆

03
Ago23

a tal da Liberdade de Expressão...

https://vitorianaanorexia.blogs.sapo.pt/a-tal-da-liberdade-de-expressao-14750

(Lá no blog)

 

Relativamente aos meus últimos "posts" , recebi mensagens e comentários do mesmo teor. Ou seja, a "informar-me" de que só está nas redes sociais quem quer.

Verdade, claro que é verdade.

Mas, mais uma vez, "a liberdade de um acaba quando começa a do outro". E acho que muita gente não entende isso e acha que é de seu direito comentar sobre o aspecto físico (ou o que seja!) da outra pessoa. 

Então vejamos... Um jovem (ou até adulto!) tem redes sociais para conviver, passar tempo, divertir-se... Ao fim e ao cabo, é para isso mesmo que as temos! Do nada, publica uma fotografia/vídeo. Recebe comentários sobre o seu peso, a sua mancha no rosto, as suas borbulhas, etc. A moça bonitona coloca uma foto. É chamada de p**a, v*c*, oferecid*, etc. Uma pessoa expõe a sua sexualidade. Lê um monte de comentários preconceituosos... (Entre outras situações que, infelizmente, existem!)

A pessoa lê tudo. A auto-estima que tem (se é que a tinha) vai ao fundo. Fica depressiva (se é que já não o era). Entra numa espiral de negrume, paranóia, baixa auto-estima, desacreditação, etc. Atenta contra o seu bem mais precioso. As pessoas que fizeram os tais comentários, seguem a sua vida. Não foi nada com elas.

Para elas, não têm culpa de nada. O outro é que é fraco. Mas têm ! Todos somos culpados pelos NOSSOS actos. E, referir algo negativo que irá afectar a outra pessoa é um acto egoísta nosso.

"Mas a pessoa não a m*tou". Não. Apenas contribuiu para que o outro se sentisse pior e fizesse algo.  

Em Setembro, grande parte dessas pessoas vestem as suas redes sociais de amarelo. Afinal de contas, a culpa nunca é delas e ser "solidário" está na moda. 

PS.: Vocês sabem que custa menos energia e demora o mesmo tempo fazer um comentário positivo ao invés de um negativo?!

(e pode ajudar tanto uma pessoa...)

 

"Ai que drama, Vânia!"

Não.

Não é drama.

É realidade nua e crua!

14
Jul16

Vamos esclarecer dúvidas sobre a anorexia? (Lá no blog!)

--> Toca a perguntar! <-- 

 

Pedimos no nosso blog (link em cima) que nos coloquem questões que gostassem de ver respondidas sobre a nossa ''ex-companheira''. Queremos saber quais as dúvidas de quem nunca passou pela doença ou nunca lidou de perto com ela. Mas claro que também queremos saber as dúvidas de quem está a tratar a anorexia por ''tu''! 

 

Agradecemos também pelo carinho com que receberam o nosso pequeno projecto. 

Obrigada a todos! Vocês são um máximo... obrigada <3

30
Jun16

Vai mais uma ajudinha?

Diapositivo1 (2).JPG

Diapositivo2 (2).JPG

Diapositivo3 (1).JPG

Diapositivo4 (1).JPG

 

Bem, como queremos um blog para todos, queremos novamente a vossa ajuda. (Eu e a minha Catarina somos muito indecisas e isto é uma tarefa complicada...) Ajudem-nos a escolher aqui o cabeçalho do blog, se fizerem favor. Lembrem-se é de que nós não somos profissionais nestas coisas.  

Pessoalmente, estamos mais inclinadas para a última e a segunda, mas queremos opiniões.

(Eu sei que estão simples e meio rascas mas é o que há. Infelizmente não percebo nada disto! haha)

 

Temos ainda mais este que foi com a colaboração da nossa linda Filipa Iria (Obrigada minha querida, pela ajuda!):

header.jpg

29
Jun16

Precisamos de ajuda! Por favor, opinem.

Olá,olá, gente boa! (e menos boa...)

Há uns tempos eu tinha levantado aqui um véu e dito que ia ter algo em mãos com a minha querida Catarina do Blog Quatro Reizinhos. Pois bem, nós as duas decidimos que gostaríamos de dar a conhecer as nossas histórias e ajudar (se pudermos, claro!) quem esteja a passar pelo mesmo que nós passamos: a Anorexia! Para tal, estamos com um novo Blog em mente e esperamos contar com a vossa ajuda para escolher o nome.

Acabamos com uma lista dos nossos preferidos e vamos deixar aqui para que nos possam ajudar, sim? Podemos contar convosco? Cá vai:

 

-Anorexia já foste!

-Duas bloggers duas histórias, uma doença (anorexia).

-Duas historias, duas vitórias sobre a anorexia

 

Gostaríamos imenso que nos dissessem qual o vosso preferido e se tiverem sugestões estamos a aceitar, claro.. 

 Obrigada pelo carinho que sempre têm tido e pelo cuidado com que vos vejo ao referirem-se a este tema. Obrigada! Espero que esta nossa iniciativa possa ajudar alguém pois será esse o seu objectivo. 

E obrigada à minha irmã da doença - Catarina - por ser sempre uma mente aberta e pronta a novos desafios que envolvam ajudar os outros. Tenho muito orgulho em ti! 

25
Mai16

O que sabem vocês sobre a anorexia?

Extreme-weight-loss-show-diet.jpg

Muitas das pessoas, quando vêem alguém bastante magro, gosta de balbuciar alguma parvoíce como:

 "Ah. Deve de estar com anorexia! Esta gente e a mania das dietas!".

Mas essas mesmas pessoas esquecem-se de que, ao lado elas, poderá estar alguém que "sofreu"* disso. Não sabem que, o facto, de associarem cada pessoa magra a uma doença, acaba por nos magoar a nós que a tivemos. Não sabem que, dizer que é "mania das dietas" é de uma extrema ignorância que nos leva a ter vontade de vos dar com uma banana na cara. (Desculpem, mas às vezes apetece!)

 

Como tal, eu e a minha querida Catarina, vamos ter algo preparado para vos elucidar sobre o que é a anorexia, como se ultrapassa algo deste género, como se vive com alguém com esta doença e também para podermos ajudar, de alguma forma, (e no que pudermos) quem esteja a passar por este processo.

Ainda não o fizemos por culpa minha, pois tenho estado a passar uma fase um bocado atribulada. É algo que queremos fazer e peço desculpa à Catarina pela demora com o que lhe tinha prometido mas infelizmente estes próximos dias será bastante complicado.

De qualquer forma, esperamos contar convosco para algumas coisas e assim pediremos a devido tempo.  No próximo mês esperamos ter novidades...

 

PS.: * Escrevi "sofreu" entre aspas porquê? Bem, segundo os médicos, é algo que nos acompanhará a vida toda. E concordo. As mazelas com que muitas ficamos serão para sempre. Prefiro falar no passado, claro, porque superei a doença, mas coloco sempre as aspas por ser algo que fica para a vida. 

Mais sobre a desgraçada.

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D