Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Duquesa e o Gato ♠

"I'm worse at what I do best." ☆

Quase nos 30 e ainda não sei quem sou.

Quando era pequena queria ser estilista... hoje em dia não sei distinguir tecidos nem cores! Passei por uma fase em que queria também tornar-me professora de música mas fiquei-me por tocar e cantar no coro da igreja até aos meus 16 anos.Quis igualmente ser veterinária, mas o meu medo de répteis e pouca tolerância a sangue roubaram-me esse desejo.

Já maiorzinha quis ser psicóloga mas a doença tirou-me essas ideias da cabeça. 

Sempre sonhei ser mãe antes dos 25 anos, já tenho quase 30. Queria ficar com o meu primeiro amor para o resto da minha vida, tive um desgosto daqueles feios e cá estou eu sem ser com o primeiro. Queria casar e ter filhos e vejo-me com quase 30 e sem nada disso. Queria ter uma carreira consolidada e estou desempregada. 

 

E o que alcancei? Até agora, várias otites e amigdalites, uma anoréxia, uma asma, uma hérnia no hiatos, uns desgostos de amor pelo caminho, alcancei o desemprego por várias vezes, fui enganada outras tantas e ficaram a dever-me dinheiro, entre outras coisas. Consegui alcançar algumas, portanto. Já não perdi tudo! 

 

Confesso que isto às vezes me faz ter dúvidas sobre quem sou e que raio pretendi eu da minha vida, quais os caminhos que segui e o que fiz de errado. Não consegui concretizar nada do que sonhei, nem nada do que pensei ser real o era. Também fui enganada tantas vezes que já lhes perdi a conta. Com quase 30 anos vejo-me sem sonhos e sem objectivos de vida. Parei no tempo e, por vezes, ainda me sinto uma miuda de 16 anos que não sabe para que lado se virar e " o que quer ser quando for grande".

Continuo aqui, sem saber que caminho seguir. Sem ter os meus sonhos comigo. Sem realizar nada do que sonhei... E é nestes dias que não sei ainda quem sou. 

6 comentários

  • Imagem de perfil

    LadyVih 26.08.2016 14:15

    Não gosto de andar assim. Odeio questionar-me e sentir-me mal comigo mesma. Não sou eu. Eu não sou assim! Nem posso ser... 
    Obrigada minha linda. As vossas palavras são sempre fofinhas como vocês Image Tenho imenso orgulho no grupinho que temos... Vocês são um alento! 
  • Imagem de perfil

    Psicogata 26.08.2016 14:18

    É difícil, mas às vezes lá temos nós de colocar tudo na balança, pensar, analisar, é uma fase de aprendizagem, hoje sentes-te pior amanhã melhor, mas sei que vais encontrar o equilíbrio e o caminho.
    Tu és forte :)
    Já sabes que se precisares nós estamos aqui para ti.
  • Imagem de perfil

    LadyVih 26.08.2016 14:48

    Estou a precisar de parar para pensar... Para ter um bocado meu. Um bocado para mim! Tenho tido tempo para toda a gente, para os problemas de todos e fiquei para trás.Hoje vejo-me a olhar para o meu percurso e a não encontrar nada de que me orgulhe. E isso magoa-me. 
    Obrigada. Eu sei. Felizmente sei disso! Vocês são "fora de série". 
  • Imagem de perfil

    Psicogata 26.08.2016 14:54

    As mulheres têm muito o hábito de fazer isso, levam o mundo às costas e vão empurrando os próprios problemas e dilemas com a barriga, o problema é quando são demasiados para serem empurrados, somos obrigadas a parar para pensar e pode ser complicado.
    Podes orgulhar-te de seres generosa e de seres o pilar que todos necessitam, agora só tens de pensar um bocadinho em ti, as pessoas que apoiaste saberão retribuir, vai correr tudo bem Vânia, tu és forte.
  • Imagem de perfil

    LadyVih 26.08.2016 15:34

    Não é fácil. Os últimos anos têm sido demasiado duros. e eu nunca caí, raramente chorei ou desabafei. E sou muito de desabafar... Penso que isto foi uma fase em que fui buscar tudo e me deixei cair um pouco. Acho que também precisava, sabes? Há dias em que precisamos mesmo de estar tristes, de chorar, de nos revoltarmos. 
    Obrigada, mais uma vez. Image
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.