Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Duquesa e o Gato ♠

"I'm worse at what I do best." ☆

2017, já chegaste?

E parece que sim! Pelo menos com a quantidade de "Bom Ano" que já ouvimos e dissemos, dá a entender que já começou... Agora, qual a diferença de 2016 para 2017? O último número. Só.

Resoluções para o novo ano? Não as fiz... Passagem de ano? Foi somente mais uma desculpa para jantar com os amigos. Agora, a não ser que fique rica e\ou herde uma fábrica de chocolate, este ano será como tantos outros. E ponto final. 

 

Agora posso começar a usar a minha parte lamechas... Por muito que nem ligue a esta coisa de "ano novo", sei que todos relembramos do ano que passou e tiramos as nossas conclusões sobre o maldito\abençoado. Não sou diferente dos outros. Também olho para 2016 e revejo o que aconteceu. E tenho de vir aqui escrever algo que também me marcou no fim deste ano que acabou... Quando as pessoas falam em "vida pessoal" e "blogs" de forma a separar ambas as coisas, eu não o posso fazer. Não quero! Ao longo destes 10 anos fiz amizades, a maioria neste ano que acabou. Posso dar-me ao luxo de dizer que conheci pessoas que fazem com que não separe a minha vida pessoal dos meus blogs e a quem hoje chamo de amigas. Ter alguém capaz de nos mandar um email, mensagem, telefonar-vos a dizer "eu estou aqui", "podes contar comigo", "quero-te bem", "já comeste?", etc, é maravilhoso. Há 10 anos jamais pensei que isto acontecesse...

 

Este ano ficou na memória:

-Criei um blog juntamente com a minha querida irmã na doença Catarina (que adoro como se a conhecesse há anos!)

-Conheci a minha blaranja Chic'Ana (não preciso dizer mais nada, pois não? Já está tudo dito no "blaranja")

-Passei noites de cusquice e muita amizade com a minha Mula dos Cogumelos (só nós sabemos... Obrigada)

-Tive dias recheados de conversa com as minhas queridas, fofinhas, brilhantes, coloridas e maravilhosas Nay, Psicogata, Sofia, Kikas, Di e Ana (minha nossa, quaaaaanta conversa mais amorosa e todas as outras coisas que só nós sabemos!)

-Conheci a minha doce JP, a amorosa Susana, a minha tonta-maezona Ana Gomes e a minha querida companheira de Receitas Ana (obrigada pelo carinho! Vocês são fantásticas!)

 

Obrigada por tudo! Obrigada a todas. Cada telefonema, cada mensagem, cada miminho foi uma força que me deram quando me estava a deixar ir abaixo... Tenho imenso gosto em poder dizer que fiz AMIGAS! E, mesmo que esteja mais afastada daqui, sei que já não estarei mais afastada de vocês. Obrigada por terem feito parte do meu ano de 2016... 

 

(Claro que fiz mais amizades mas seria difícil identificar e escrever sobre todos vocês e como tal tive de enaltecer as pessoas que me têm aturado nas minhas crises menos boas. Mas estão todos no meu coração. Obrigada!!!)

21 comentários

Comentar post