Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Duquesa e o Gato ♠

"I'm worse at what I do best." ☆

Ser solteira é... (parte 2)

... as ''velhas da aldeia'' já me terem arranjado alguns 5 namorados num espaço de 4 meses. O pior? É que um dos rapazes eu nem o conheço tão pouco, um tem namorada e outro deles é meu patrão.... os outros dois ainda se escapam! Hahaha. A única coisa que me preocupa aqui é o tal que não conheço... Imaginem lá se o rapaz não poderá ser o amor da minha vida e eu nem sei quem ele é! E pior, imaginem se é rico! Podia eu estar agora a passear de moliceiro em Aveiro e estou aqui. (Sim, que com a sorte que tenho o rapaz é forreta e nem serviria para me levar a Itália num passeio romântico de gondola).

 

Ser solteira é...

...todos os dias ter amigos a dizer que conhecem alguém que está solteiro e que era bom para mim! A sério, pareço assim tão desesperada? Estou assim tão velha? Não saberei eu arranjar namorado sozinha? (Deixem-me calar que pelos vistos não...)

Bem, isto para quem andou anos a saber que a sogra não gostava de mim, ter pais de amigos a quererem juntar-me com os filhos é bastante diferente... diria que me eleva o ego! 

 

Vou ter de levar com estas tretas o resto da vida, não vou?

Voltei não voltando...

Cá estou, mais uma vez. Custa-me um pouco abandonar estes meus espaços mas o tempo é escasso e, como disse já em publicações anteriores, estou a ''tratar de mim''. Estou bem. Agora estou. Tive uma ligeira recaida, emagreci mais do que deveria e perdi o apetite por completo... mas consegui não perder a consciência sobre as coisas e lutei contra essa ''corrente''. Agora estou bem. Tive uns amigos fantásticos e uma família que me apoiram. Tenho um trabalho que não me deixa pensar muito... e isso acaba por ajudar. Tenho lido imenso e aproveitado os poucos momentos livres para me escarrapachar ao sol e fazer fotossintese. Aprendi a olhar para mim...

Bem, venho cá, acima de tudo, agradecer as mensagens e emails. Vocês são fantásticos! Obrigada pelo carinho e preocupação. Eu estou bem...agora, finalmente, estou bem. 

Voltar para casa dos pais implica...

... a tua irmã mais nova voltar a pedir-te roupa ''emprestada''. Afinal, em 7 anos, nada mudou! 

 

Sim, tenho andado completamente a leste deste mundo. Confesso que começou a ser cansativo conciliar tudo o que estou a viver agora com os blogs. Tenho-me refugiado no trabalho, no desporto e nas leituras. E acho que me tem feito muito bem, embora ande cansada.

 Ter, finalmente, tempo para mim é algo a que eu já não estava habituada e tento ocupa-lo ao máximo com coisas que me distraiem e me façam bem -pelo que deixei um bocado telemóvel, tablet e televisão de lado. Agarrei-me à corrida, à piscina, aos meus livros... 

Sim, separei-me. Sim, voltei para casa dos meus pais. Sim, é estranho. Com quase 30 anos e estou a retroceder na vida... Bem, sempre me senti uma adolescente. Talvez nem note assim tanta diferença! 

Cá está uma das razões do meu ''abandono'' deste mundo. Não, não vos esqueci. Levo cada um no meu coração e lembro-me muitas vezes de vocês. Mas preciso de mim. De tempo. 

Beijinho,

Vânia

A geração que se mete à rasca...

Confesso que me irrita - mas irrita mesmo - que nos chamem geração rasca. Em todas as gerações existem indivíduos diferentes e alguns poderão ser rascas mas não será isso que define uma geração... ou pelo menos não deveria!

Mas, esses indivíduos existem e, como tal, estão espalhados... Duas dessas "individuas" estavam há uns dias num café a conversar e, como não sou surda, percebi a conversa - embora preferisse ter ido à piscina e ter água nos ouvidos.   Diziam mais ou menos isto:

- No sábado comi 3, um deles era um pão. (Não, não era realmente um pão. Mas era, definitivamente, algum saloio!)

-Eu só comi um. Fui à disco e o gajo não me largou a noite toda e acabei com ele no parque da disco. Tive de tomar a pílula do dia seguinte porque ia mesmo só para dançar, não levei a mala por isso os preservas ficaram em casa... nem a depilação tinha feita.

- Eu não tomei. Será que ainda dá? Já passaram uns dias...

Sim, os preservas é muito boa! Confesso que me ri baixinho para não atrapalhar a dose de cultura que estava a levar dali. Já agora,elucidem-me, as mulheres é que têm de levar "preservas"? Eu nessas coisas sou muito inculta e nunca comi na "night"... Só depois é que íamos à barraquinha das bifanas morfar qualquer coisinha no pão. 

Agora, adivinhem a idade destas meninas? A sério, adivinhem! Não, não tinha 15 anos. Não, também não tinham 20. E não, não tinham menos de 30! Algures entre os 30 e 40. poooois.... 

O vandalismo da minha viagem de Finalistas há 11 anos atrás...

                                            (Imagem retirada daqui)

Sim, eu também fui de viagem de finalistas e confesso que vandalizei o que não devia - refiro-me ao meu fígado! 

Tudo começou há 11 anos atrás por volta das 18h da tarde das férias da Páscoa. Iniciamos a nossa viagem até ao famoso Sul de Espanha, mais propriamente Lloret del Mar, e nunca mais tivemos descanso nesses 10 dias. Conhecemos muita gente, de várias nacionalidades, de vários pontos do nosso país, com as mais variadas culturas e estilos de vida. Conhecemos Lloret - não, não conhecemos somente os bares e discotecas! Conhecemos até a gastronomia espanhola (embora a maioria das minhas refeições tenham sido no Burguer King - desculpem espanhóis mas não gosto da vossa comida). E sim, os nossos fígados também conheceram a cerveja espanhola, também nos embebedamos e chegámos ás 8 da manhã ao hotel, convivemos imenso uns com os outros, houve gente assaltada, podre de bêbeda, houve igualmente gente que nem tocou numa pinga de álcool. gente que "fugiu" durante a noite para outro hotel e todas as coisas imagináveis! Mas, acham que algum de nós não faria o mesmo cá? O casal do quarto ao meu lado que passou os 10 dias trancados no hotel realmente fizeram o que não faziam cá, mas isso somente porque antes de irem de viagem o faziam no carro. Decididamente por cá não beberíamos cerveja espanhola nem tão pouco estaríamos naquele momento, numa zona somente de bares e discotecas junto à praia com um grupo da escola que, a grande maioria, não estaria a conviver uns com os outros. Por alguma razão existem estas viagens de finalistas...

 

Deixem-me elucidar-vos o meu dia:

- Do 12h ás 15h era a minha hora de despertar;

- Durante a tarde visitávamos Lloret e participávamos em algumas actividades organizadas pela  nossa agência Sporjovem (Que foram sempre impecáveis em TUDO);

- Às 19h jantávamos, espantem-se, como pessoas normais;

-  Depois do jantar tomávamos banho e arranjávamos-nos (rebeldes!);

- Por volta das 21h 30 era a hora de irmos ao "Bar do Lucas" (Cafezinho espanhol de eleição pois ficamos amigos do proprietário e do seu funcionário - o Lucas!) onde  bebíamos café, comíamos uns gelados e bebíamos umas cervejas (uuuuuh. Nunca faríamos isso cá!);

- Durante a noite era altura dos encontros com as pessoas das outras escolas para visitar os bares e discotecas (que nunca nenhum de nós sabia o que era, foi uma verdadeira descoberta)

- Acabávamos a noite com uns passeios pela praia para ver o sol nascer;

- 8h da manhã, tempo de cumprimentar o nosso porteiro e as senhoras do restaurante para a tomada do nosso pequeno almoço. 

 

Em 2 autocarros cheios de estudantes da nossa escola, TODOS nós recebemos de volta a caução do hotel (à excepção de um quarto por causa de um candeeiro). Se há excessos? Claro que há! Mas algum pai vai deixar ir um filho na ilusão de que ele vá rezar e ler a bíblia? 

Algum de nós fez alguma coisa que cá não fizesse? Provavelmente alguns, mas a grande maioria fez exactamente o mesmo que fazia por cá. No meu caso, já fiz figuras bem piores em Portugal...Existe mais liberdade por estarmos longe dos pais? Existe claro! Mas isso é óbvio. Mas, depende igualmente da educação de cada um. Eu telefonava todos os dias aos meus pais e avós e recebia mensagens da minha mãe algumas vezes ao dia de forma a garantir que estava bem e a divertir-me. 

Agora, se for mesmo verdade que esses tais 1000 finalistas vandalizaram o hotel, não creio que terem voltado para Portugal tenha sido um bom castigo. Eu fazia-os ficarem lá. Haveriam de limpar, pintar, arranjar e trabalhar para pagar TUDO o que estragaram... Mas, não coloquem todos no mesmo pacote! Apenas acontecem coisas destas a quem não tem uma boa educação em casa ou a quem tem muuuuito mau vinho - o que normalmente acontece apenas a um ou outro e não a 1000! E, por favor, não me digam que os pais não sabem que os filhos são vândalos ou que pensam que os filhos são uns exemplos de educação e civismo... Castiguem-nos, eduquem-nos!

 

Eu fui, diverti-me, gostei, não parti nada (nem um copinho!). Quem foi comigo igual... Todos podemos afirmar que foram 10 dias intensos, de muita diversão e convivio. Se era preciso ir para Espanha? Talvez não mas a coisa foi organizada assim e ficámos a conhecer algo fora do país. Voltava! Fui feliz... 

 

(Já agora, pedi aos meus meninos que foram na viagem para me mandarem fotos e vídeos e foram tão bem mandados que me enviaram um vídeo a beber álcool... Rebeldes!  ) 

 

A Catarina Maria

IMG_20170327_173932.JPG

 

Em um dos meus últimos posts falei-vos do blog de uma amiga minha...desta vez volto a referir essa mesma amiga mas num formato muito melhor. A verdade é que a Catarina agora também está no Sapo! Embora ande mais afastada daqui, sei que vocês a vão receber da melhor forma... confio em vocês para a fazerem sentir bem-vinda. A Catarina é uma querida por isso tenho a certeza de que a vão adorar! 

Da minha parte, bem-vinda, A Catarina Maria! Espero que gostes tanto de por cá estar como eu.